O amor não contém gordura vegetal hidrogenada

Outro dia li a frase: “não adianta fazer Yoga e não cumprimentar o porteiro”

Não, não adianta ser alguém pela metade ou não praticar o que se prega. Nós somos seres mutantes, passíveis de transformação, aprendemos coisas novas a vida toda.

Minha primeira filha conheceu o Fast Food aos quatro anos, a segunda recebeu a explicação dos malefícios aos dois anos. Sim! Podemos e devemos explicar o que a criança está comendo, o que tem ou não tem no alimento, como foi feito, quanto custa e o benefício ou não para a saúde e só assim ela vai aprender a escolher o melhor.

Um exemplo: todos os dias eu pedalo pra escolinha e mostro a possibilidade de ir sem congestionamento, ir aproveitando o caminho, as árvores, os barulhos e passarinhos. Assim, simples. Na prática e/ou na teoria podemos explicar e criar seres melhores para o mundo. Podemos questionar juntos, podemos viver melhor.

Os filhos nos ensinam, nós ensinamos, todos os dias! Não “estrague” os pequenos com bolachas recheadas, fast foods com frequência e trancafiados nos carros por 80 minutos diários.

Sempre existe um lugar melhor pra viver. Este lugar está dentro de nós.

IMG_3210 IMG_3209

VEJA O FILME ABAIXO E REFLITA:

texto e fotos: Silvia Ballan

apoio:

LOGO_oGANGORRA

 

Apoie também este projeto! Entre em contato no email: silviaenina@gmail.com

Anúncios
Esse post foi publicado em comida. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s