CIGARRO: o principal gatilho para a crise de asma

Poluição, excesso de veículos, muito asfalto e pouco verde, tempo seco e muita poeira. Esse é o resumo da cidade São Paulo para uma criança com asma. Agora imaginem tudo isso multiplicado por 10 ou mais. Imaginou? É o cigarro pra uma criança ásmatica.

A criança convive todos os dias com esse resuminho de São Paulo, com uma tossinha, coriza, garganta seca, as vezes dificuldade para respirar mas a crise,  não chega.  Para a crise chegar basta ficar ao lado de um fumante durante 48 horas. O gatilho. O cigarro é um dos maiores sinônimo de ignorância do século XXI. Antigamente existia o glamour, hoje pode ser o fedor. Antigamente também se glamourizavam os carros, hoje nem tanto…

Já imaginou uma criança asmática dentro de um carro de pais fumantes todos os dias? Maldade! Se ao imaginar uma criança por 2 ou 3 dias eu já fico indignada, imagina todo dia…

 

Conheça e entenda o fumante de segunda mão:

 

O ato de fumar libera resíduos que podem persistir por MESES em um ambiente após o cigarro ter sido fumado, e que reagem com o poluente ozônio, formando minúsculas partículas potencialmente nocivas.
Estas partículas ultrafinas podem adentrar profundamente nos pulmões das pessoas e representam uma ameaça ainda maior para quem sofre de asma do que a própria nicotina.

http://hypescience.com/fumaca-de-cigarro-produz-residuo-dificil-de-se-decompor-e-prejudica-pessoas-com-asma/

 

“As crianças que convivem com fumantes têm maior risco de apresentar  infecções respiratórias (pneumonias  e outras),  asma brônquica e de morrer em conseqüência das mesmas.

Durante a infância, a exposição ao tabagismo dos pais, principalmente da mãe, ou de outros cuidadores da criança, pode desencadear o aparecimento da asma, aumentar a sua gravidade, provocar crises mais freqüentes com maior necessidade de internações, redução da função pulmonar e piora da qualidade de vida.”

lei o texto na íntegra neste link: http://tudosobreasma.wordpress.com/2011/11/06/fumo-e-asma-impossivel-dar-certo/

 

“Os brônquios das pessoas que tem asma são muito sensíveis aos estímulos externos (poeira, mudança de temperatura, viroses respiratórias, cheiros fortes, fumaça, etc). Esses estímulos funcionam como “gatilhos”, de uma arma provocando o estreitamento dos brônquios e “disparando” os sintomas da asma. 

A fumaça do cigarro é um “gatilho” importante para provocar crises de asma! E mais: provoca crises em quem fuma e nas pessoas que estão ao seu lado, em função do tabagismo passivo.”

http://blogdalergia.blogspot.com.br/2009/07/asma-e-o-fumo.html

 

O fumo passivo é especialmente prejudicial para pessoas que já têm asma. Quando uma pessoa com asma é exposta ao fumo de segunda mão, ele ou ela tem mais probabilidade de experimentar o chiado, tosse, e falta de ar associada à asma.

O fumo passivo prejudica crianças com asma ainda mais do que os adultos.

http://www.maskaran.com/pt/3371.html

 

E uma dica importante é: fique longe de gatilhos, principalmente o cigarro

http://www.chegadeasma.com.br/fumo-interfere-no-controle-da-asma/

 

O risco de uma crise de asma aumenta 14%, 38% e 48%, respectivamente, se for o pai, a mãe ou os dois a fumar

http://www.chegadeasma.com.br/asma-em-fumantes-passivos/

 Se você ou seu filho tem asma, é especialmente importante evitar o fumo passivo. Não deixe ninguém fumar no seu carro ou na sua casa. Certifique-se que as áreas que você e seus filhos PASSAM POR MAIS TEMPO são livres do tabaco. Pode significar respiração mais fácil para todos – especialmente para aqueles com asma.

http://www.cuidadosmil.com.br/artigos/O-fumo-passivo-piora-sua-asma.html

 

Já imaginou uma criança asmática no carro ou casa de um fumante por 48 horas?

“As substâncias do cigarro, especialmente a nicotina, são cancerígenas e ficam impregnadas nos móveis da residência, dentro do carro. Depois que as substâncias são liberadas elas se decompõem virando substâncias cancerígenas que podem levar a doenças. A própria criança fica exposta porque às vezes ela passa a mão, o bebezinho engatinhando passa a mão no carpete, no tapete, e acaba inalando essas substâncias tóxicas”, explica o pneumologista Ricardo.

http://www.ebc.com.br/infantil/para-pais/2014/05/criancas-correm-risco-ao-conviver-com-fumantes

 

Está aberta a temporada de pesquisas e entrevistas com médicos pneumologistas

 

por Silvia Ballan

Em janeiro já falamos um pouco sobre o assunto

Em janeiro já falamos um pouco sobre o assunto

 

Anúncios
Galeria | Esse post foi publicado em asma. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s