“Mãe, a cerejeira dá cereja?”

???Não soube responder… nunca vi uma cereja no pé da cerejeira, apesar de todos os anos as floridas cerejeiras embelezarem a cinzenta São Paulo (sem a arte a cidade de SP é cinzenta…) então, resolvi pesquisar.

O início da floração das cerejeiras marca o fim do inverno e a chegada da primavera. (??? adiantou este ano?) Sua linda flor de origem asiática representa o amor, a felicidade, esperança e renovação.

Conhecida como “Sakura” é a flor nacional do Japão onde tem mais de 300 variações.

A flor da cerejeira dura pouco tempo e representa a fragilidade e seu ensinamento é: aproveite o dia, a vida é curta, o tempo voa. Ahhh combinou com a bike, que nos trás o tempo perdido em congestionamentos insanos 🙂 A cerejeira está intimamente relacionada ao lema dos samurais: viva o presente sem medo. Para os japoneses, tatuar a flor de cerejeira simboliza a vida que nós temos que viver o presente.

As flores da cerejeira também são o símbolo da deusa Konohana Sakuya Hime (“Princesa da Floração das Árvores”, em japonês) que mora no Monte Fuji. Acredita-se que ela cuida do local, protege as colheitas e não deixa o vulcão entrar em erupção, diz lenda japonesa.

No Japão as flores são curtidas no sal e servidas nos casamentos em forma de chá para a felicidade dos noivos.

Em São Paulo existem apenas três: Okinawa, Himalaia Yukiwari que são da mesma espécia porém, estas não dão frutos. As cerejas são frutos pequenos e arredondados que podem apresentar várias cores, sendo o vermelho a mais comum entre as variedades comestíveis. A cereja-doce, de polpa macia e suculenta, é servida ao natural, como sobremesa. A cereja-ácida ou ginja, de polpa bem mais firme, é usada na fabricação de conservas, compotas e bebidas licorosas, como o kirschginjinha e o marasquino.

O cultivo das cerejeiras deve ser realizado em lugares de baixa temperatura e chuvas.

No caminho tinham várias cerejeiras, tudo bem cor de rosa. Minha bateria estava acabando… não tirei mais fotos (prometo mais fotos estes dias).

DICAS

Que tal conhecer o parque do Carmo? 

Nos dias 2 e 3 de agosto de 2014 , a Federação de Sakura e Ipê do Brasil promove a Festa da Cerejeira do Parque do Carmo 

IMG_8407

Mais e mais…

A CEREJA 

 

 

LASMA_FACEBOOK   OGANGORRA_FACEBOOKapoiam silvia e nina 🙂

apoio, palestra, pedalada, … fale com a gente no: silviaenina@gmail.com

Anúncios
Galeria | Esse post foi publicado em EDUCAÇÃO. Bookmark o link permanente.

2 respostas para “Mãe, a cerejeira dá cereja?”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s