“Apaixonados por carros como todo brasileiro”

A Felicidade pode ser comprada? Se você respondeu não, ok. Se você respondeu sim, você ainda acredita que o dinheiro traz felicidade. Será que traz mesmo? pesquisas mostram que pagar as contas, comprar o básico, é o suficiente para estar bem e feliz.

Captura de Tela 2015-07-23 às 10.23.58

A felicidade é uma crença baseada no consumo de mercadorias estimulado pela publicidade. A paixão pelo carro por exemplo não manifesta-se DO brasileiro, na verdade foi produzida PARA o brasileiro.

Antigamente as propagandas eram bombardeadas dos 8 aos 80, em toda grade da programação. Desde cigarro, refrigerante até carros. Atualmente isso tem diminuido, não pelo publicitário, pelo canal de assinatura de filmes/séries/desenhos Netflix. Na TV aberta o símbolo de status que sobe paredes na tela, carros, e a idiotice de acreditar num nuggets feito apenas de peito de frango como algo saudável para seus filhos, me desculpe, você está sendo enganado. Imaginem que mesmo o peito de frango rechear aquela coisinha, ali contém :
Peito de frango, farinha de trigo fortificada com ferro e ácido fólico, água, gordura vegetal, amido, farinha de arroz, proteína de soja, sal, cebola, vinagre, leite em pó integral, sal hipossódico, dextrose, dextrina, pimenta preta, aromatizantes: aromas naturais, realçadores de sabor: inosinato e guanilato dissódico e glutamato monossódico, corantes naturais: urucum, cúrcuma e páprica, espessante: goma guar.
CONTÉM GLÚTEN.

Captura de Tela 2015-07-23 às 10.26.19tá, vamos voltar ao carro? este item de consumo tão “desejado”. Bom, para comprar um CIVIC 0 km o brasileiro tem que trabalhar 11 vezes mais que americanos. Esse símbolo de status é um simbolo de auto afirmação assim como muitas marcas de roupas, sapatos, bolsas, escola para os filhos… são posições hierárquica num grupo. Você trabalha, trabalha, trabalha pra comprar, comprar comprar e duas vezes ao ano viaja de férias pra Miami pra comprar, comprar, comprar e ano seguinte vai trabalhar pra pagar as prestações e o cilco não pára. Chega domingão, o indivíduo se larga no sofá, fica de bode porque segunta tá chegando…. típico. Estamos numa roda, tente sair.

Agora , depois da compra do carro, vem o comportamento competitivo, afinal de contas, o bem tão sonhado foi adquirido, no futuro virá um melhor ainda e a mídia além de enfatizar conforto, sucesso, mostra o ponteiro da velocidade, o poder de correr num país onde a velocidade máxima nas estradas é de 120 Km/h (ufa, imagina se fosse 150).

Agora vem o mais gritante, importante que deve-se levar em consideração: a maioria das pessoas que utilizam o carro são do sexo masculino. Olha só, tem corredora de fórmula 1? Tem mulher nos rachas da marginal? Porque a cidade se torna mais segura quando mulheres pedalam? deu pra sacar? Não! Ora, estudos realizados comprovam que a maioria dos jovens infratores de trânsito (menores que foram abordados pilotando carros) são meninos. O número de meninas é quase nulo.

ahhh maria gasolina, então é verdade? Affff, conhecem este termo? É a publicidade chegando ao extremo: as mulheres dão mais “importância” aos homens possuidores de carros novos e mais caros. Entretanto, os homens não se importam com o carro das mulheres e sim, com a aparência.

Captura de Tela 2015-07-23 às 10.20.38Nós ciclistas somos a minoria, triste, pobrezinha, que pedala faça chuva ou faça sol com sorriso no rosto e ainda chega suado, orgulhoso e com o melhor humor no trabalho. Que comece o dia, ensolarado por dentro, seja a nuvem de fumaça que me atravessar o caminho, há.

Vamos falar na velocidade das marginais ou é desnecessário?

OK!

O Ministério Público Estadual (MPE) investiga se os estudos usados pela Prefeitura de São Paulo para diminuir a MORTES nas Marginais .

“Essa redução significa que, se o pedestre for atingido por um carro, o risco de morte cai pela metade”, explica a chefe do departamento de trânsito da cidade. Essa noticia é em NY, 2014.

Limite nas ruas caiu para 40 km/h, uma redução de 8 km/h.
Em 2013, 178 pessoas morreram atropeladas na cidade.
SP teve quase três vezes mais.

A seccional São Paulo da Ordem dos Advogados do Brasil vai entrar judicialmente contra a prefeitura da capital pedindo a suspensão da redução de MORTES nas marginais do Tietê e do Pinheiros.

Eu não quero que você pedale, eu quero que você me respeite, eu quero chegar viva com minha filha na garupa. A cultura, hábito do acelera e pára, acelera e pára nos dá medo e receio de pedalar em certas vias e ser atropelada. Vá numa velocidade constante, dirija com atenção, largue seu celular e curta a paisagem por favor!

É pedir muito?

Você já imaginou o que a propaganda te traz ? Sai dessa TV e vem pra vida!

Alguns links pra você diminuir a velocidade, caso seja motorista:

Motorista em ALTA VELOCIDADE MATA idoso de 71 anos na BR-104, em Rio Largo

Motorista em alta velocidade mata avó e neta

Motorista em alta velocidade mata mãe e filho

Motorista em alta velocidade perde controle e mata seis pessoas em Minas Gerais

Captura de Tela 2015-07-23 às 10.48.26

logo-bce46fba8e10112b7cf38bcd469ffa5f    Las Magrelas  bike anjo

Silvia Ballan, mãe,ciclista, bike anjo,  bikerrepórter do Instituto CicloBR e colaboradora do Bike é Legal da Renata Falzoni, mãe de Nina, 7, Bia, 16, acredita na educação das crianças em espaços públicos, na rua, na troca … As crianças e adultos são capazes e possuem habilidades para descobrir problemas e solucioná-los de maneira consciente quando conhecem e vivem a cidade.

“Se queremos uma pessoa melhor, cuidamos da criança. Se queremos um cidadão, levamos os pequenos a viver a cidade”, afirma Silvia.

cheguei_de_bike_positivo-copy Captura de Tela 2015-02-12 às 17.07.50Captura de Tela 2014-12-30 às 23.05.28

 

Anúncios
Galeria | Esse post foi publicado em NOTÍCIAS e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s