Detinha Son (1959-2016)

Estava dormindo em pé no 2º dia do Bicicultura e Detinha me sinalizava. Vem aqui, pega isso pra você acordar. Era guaraná, tipo em pó. Despertei rapidinho.

Da receita do arroz delicioso na panelinha de barro, do abraço gostoso e da pessoa incrivel e protetora, não só de mim, protetora de uma ilha, cidade, estado, de todos que conhecia ia abraçando como a pata cuida dos patinhos.

Detinha querida, como se a casa da anjas e anjinho Daniel fosse a despedida deliciosa com todos a sua volta, seja na praça, na bicicletada ou no auditório. Esteve um pouco com todos e todos um pouco no Bicicultura que marcou nossos laços pra sempre. Detinha, você deixa um vazio aqui, em todos os cantinhos. Vá em paz querida.

Divido  um pouco das imagens que tenho da cicloativista guerreira Detinha.

Deusdete Alle Son deixa o marido, Luiz Son, e as duas filhas, Nunah e Noran Alle Son.

Captura de Tela 2016-07-03 às 13.34.11

LEIA MAIS AQUI:
Anúncios
Galeria | Esse post foi publicado em NOTÍCIAS. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Detinha Son (1959-2016)

  1. Tatuada Macedo Seabra de Mello disse:

    Sim. Muito consciente. Sua maneira de luta era de uma inteligência raríssima. Difícil entender que essa pessoa maravilhosa nos deixou. Um abraço a todos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s